Acesso à Informação Portal de Estado do Brasil  
Acesse também
Programa Piloto para Proteção das Florestas Tropicais do Brasil
Sub-rede recuperAMAZ
PROETA
Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Novas Empresas de Base Tecnológica e Transferência de Tecnologia
Catálogo de Produtos e Serviços
Ao alcance de todos
Prosa Rural
Programa de rádio produzido pela Embrapa
Espécies Arbóreas da Amazônia
Agência de Informação da Embrapa
Núcleos de Apoio à Pesquisa e Transferência de Tecnologia
No interior do Pará
Livraria Embrapa
Adquira publicações da Embrapa
 
Sections
You are here: Home Noticias 2008 Altamira: público conhece sistemas agroflorestais para cacau
Altamira: público conhece sistemas agroflorestais para cacau (2008-09-11)


Em Altamira (PA), município pólo da região da Transamazônica, os visitantes da 9ª Festa Estadual do Cacau encontram no estande da Embrapa Amazônia Oriental uma vitrine com vários modelos de Sistemas Agroflorestais (SAFs) compostos com cacau, além de mudas, frutos e sementes.

O evento prossegue até sábado (13/9), numa promoção da Secretaria de Agricultura do Pará e da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira – Ceplac, em parceria na realização com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O pesquisador Pedro Celestino Filho, supervisor do Núcleo de Apoio a Pesquisa e Transferência a Tecnologia (Napt) da Embrapa Amazônia Oriental na região da Transamazônica, salienta que o cacau é produto componente de uma das principais cadeias produtivas locais.  

“A partir de 1976, os cacauicultores começaram a estabelecer os SAFs, como planta sombreada, para o cacau. Nas últimas duas décadas, a demanda por tecnologias referentes a sistemas agroflorestais cresceu muito e vários modelos foram desenvolvidos pela Embrapa incluindo o cacau”, informa o pesquisador.

Os diferentes SAFs recomendados pela Embrapa incluem cacau, mogno amazônico, castanha do Brasil, mogno africano, nim, andiroba, cedro australiano, guaraná e cupuaçu, entre outras espécies.


Izabel Drulla Brandão (MTb 1084/PR)
Jornalista
Embrapa Amazônia Oriental
Contatos: (91) 3204 1200 – izabel@cpatu.embrapa.br